Espera! Quero ver outra coisa!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Imagina-te no cimo de uma falésia. Silêncio.



Uma leve brisa sopra.
Com ela, arrasta
A sobriedade existente,
A seriedade arrependida
De um conjunto de palavras
Expressas pela alma.

Um raio de sol
Devolve o fulgor,
Ilumina o mais recôndito pensamento,
A mais estranha sensação.
Aquece-nos o espirito
Liberta-nos das amarras
Faz-nos voar
E sonhar.

Agora, fecha os olhos e sente o calor.
Sentes?
Estás livre!
Sorri.

Lia (Texto)

5 comentários:

Catarina disse...

Sinto o calor, não me sinto totalmente livre, mas estou sempre a rir, serve? Lol.
Já que gostaste tanto da depilação masculina espero que não tenhas passado por cima da depilação feminina.
Beijos e bom fim de semana.

B. disse...

Muito bonito....

bjinhs

Catarina disse...

Voltei pa te dizer que tens uma metamorfose à tua espera no meu canto.

Mariane disse...

Olá bom diaaa...

Participe da PROMOÇÃO "O Albatroz Azul", uma parceria dos blogs Compartilhando Leituras e Amante dos Livros e Afins. ACESSE JÁ compartilhandoleituras.blogspot.com e PARTICIPE DESSA PROMOÇÃO IMPERDÍVEL!

Uma excelente semana ;)

Daniela disse...

hum.. não me expresso em poema, mas sinto-o da mesma forma como o descreves! Gosto muito! Quero mais destes e menos cães!